Teste Teste Teste

============▓▒░ Adicione este Blog em seus Favoritos | Añade este Blog a tus favoritos | Add this Blog to your Favorites ░▒▓============

AMTM

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Igreja Perseguida

                              Essa é a realidade dos missionário da Igreja perseguida
           que pregam o Evangelho onde existem perseguição. Jesus está voltando prepara-te.


E ainda assim sem perder a fé em Deus


Porque você esta calado?
    seja um colaborador de missões


tem pessoas precisando da sua oração




Até diante da morte sera fiel a Jesus

Nossa Pucallpa nos dias mais comuns.saudade de casa

Ela teve a casa incendiada e seu filho queimado vivo por extremistas hindus... Em Orissa. Ore por ela e pelos outros perseguidos por causa de diferenças religiosas. Se não quiser orar, faça outra coisa, mas FAÇA!!!

Missionarios Josinaldo e Danielle Cavalcante em Burkina Africa oremos por eles.



Corpo do Pastor Dibya Sundars... Perseguição religiosa em Orissa, província do Nordeste da Índia.
Uma grave perseguição religiosa contra cristãos está acontecendo em Orissa, estado da Região Leste da Índia. Bandos de Hindus exaltados da VPH, uma associação fundamentalista para o hinduísmo mundial incendeiam e destroem Igrejas, matam pastores e expulsam cristãos de suas casas.



                        Biblias queimadas na INDIA.Oremos por nosso irmaos Indianos



isso e real,Brasil desperta em quanto tens tempo,MISSOES JA....
e aii vcs tem a liberdade de falar de Deus e o que tem feito com essa liberdade em quanto isso pessoas que n tem essa liberdade estão morrendo por conta do amor de Deus pq elas sabem que só Deus é Deus e preferem morrer a negar esse Deus tão maravilhoso e vc o que tem feito vc negaria seu Deus ou preferiria morrer ao fazer isso ?? reflita é hora de acordar jesus esta voltando e aonde esta a noiva do cordeiro ?? o que tens feito com os seus dons tem multiplicado ou tem os enterrado ??




Menina de 11 anos acusada de blasfêmia no Paquistão não pode ir para casa A menina, de família pobre, foi sexualmente abusada no dia 25 de agosto, sendo noticiada durante esta semana pelas publicações asiáticas. De acordo com os relatos, Allah havia ido a uma loja vender itens antigos juntamente com sua irmã de 8 anos, Suneha. O sucateiro, Muhammad Nazir, 60, que fazia acordo com a menina a levo
u para a sua casa onde disse que a pagaria. Chegando lá, ele deixou de fora a sua irmã, e a violentou dentro da sua residência.

Allah ficou caída no chão inconsciente e sangrando depois do estupro, onde ainda se via filmes pornôs pela TV, segundo uma das fontes. Suneha entrou e viu sua irmã nua no chão e foi correndo chamar seu pai.

O pai ficou transtornado diante da situação e graças à ajuda de um ativista cristão, o homem foi processado e preso, mesmo depois de haver ameaçado os cristãos de pagar por isso caso eles relatassem o incidente (...)


ESSA É A REALIDADE DO EVANGELHO FORA DO NOSSO PAÍS.
Esta foto fala sobre a Verdadeira Igreja de Jesus Cristo, que tem sido perseguida em todo o mundo, por causa da pregação da verdade, da salvação da humanidade, da esperança, da redenção e

 da vida eterna.
Muitos têm negligenciado ao chamado.
Outros por qualquer motivo, têm deixado de congregar no corpo de Cristo (Sua Igreja) e têm se afastado da fé.
Isto aqui, onde não há perseguição com violência e morte.
Lá fora, eles são perseguidos e ainda assim, estão dispostos a morrer se preciso for, mas não abandonam o que receberam e o que mudou as suas vidas.
Lá, onde a perseguição é real, onde dia a dia estão expostos a morte....



Foto: ESSA É A REALIDADE DO EVANGELHO FORA DO NOSSO PAÍS.

Esta foto fala sobre a Verdadeira Igreja de Jesus Cristo, que tem sido perseguida em todo o mundo, por causa da pregação da verdade, da salvação da humanidade, da esperança, da redenção e da vida eterna. 
Muitos têm negligenciado ao chamado.
 Outros por qualquer motivo, têm deixado de congregar no corpo de Cristo (Sua Igreja) e têm se afastado da fé.
Isto aqui, onde não há perseguição com violência e morte.
Lá fora, eles são perseguidos  e ainda assim, estão dispostos a morrer se preciso for, mas não  abandonam o que receberam e o que mudou  as suas vidas.
Lá, onde a perseguição é real, onde dia a dia estão expostos a morte....



Ministro, prefeito e islâmicos decidem expulsar a comunidade protestante,

 Apesar das licenças regulares e um acordo do Tribunal Constitucional autorizarem o funcionamento da Igreja Yasmin. Líderes locais acusam o ministro do Interior de provocar a situação. Demais Igrejas da Indonésia e ativistas de direitos humanos prestaram queixa à polícia. “É uma vergonha”, denuncia Sigalingging Bona, [...]
Ministro, prefeito e islâmicos decidem expulsar a comunidade protestante, apesar das licenças regulares e um acordo do Tribunal Constitucional autorizarem o funcionamento da Igreja Yasmin. Líderes locais acusam o ministro do Interior de provocar a situação. Demais Igrejas da Indonésia e ativistas de direitos humanos prestaram queixa à polícia.

“É uma vergonha”, denuncia Sigalingging Bona, porta-voz da Igreja Yasmin GKI, reagindo à reunião a portas fechadas entre o ministro de Assuntos Internos da Indonésia, os líderes da cidade de Bogor, Java Ocidental, e o líder de um movimento extremista islâmico. O encontro resultou na expulsão da comunidade protestante de seu lugar de adoração, apesar de as licenças de construção estarem regulares e um acordo do Tribunal Constitucional permitir o funcionamento da mesma. Em resposta, líderes do movimento cristão apresentaram uma queixa formal aos tribunais, contra a administração local do prefeito Diani Budiarto.

Essa reunião decisiva foi realizada em 8 de setembro, onde estavam presentes Gamawan Fauzi, Ministro do Interior, Iman Ahmad, chefe do grupo extremista islâmico Forkami e o prefeito de Bogor, Diani Budiarto. A decisão do ministro causou confusão dentro da comunidade cristã que, além de não participar da mesa de negociações, teve de suportar, passivamente, a vontade de ambas as partes – administração local e movimento extremista Forkami – que mais do que qualquer outro tem, nos últimos meses, “perseguido ” a minoria religiosa no país.

Entrevistado pela agência AsiaNews, Sigalingging Bona, porta-voz da igreja, afirmou que a decisão de convidar o líder do Forkami foi “vergonhosa”. Este é um “grupo islâmico radical conhecido por alimentar a tensão local. Eles conseguiram limitar as atividades de nossa igreja à força”, disse. Segundo membros da congregação, impedir a realização dos cultos é uma atitude contrária ao acordo do Tribunal Constitucional; por isso, eles apresentaram uma queixa à polícia. Este último recurso à justiça é suportado pelo Sínodo das Igrejas Indonésias (IGP, sigla em inglês) e pelo Working Group on Human Rights, que condena a “face dupla” do governo em termos de liberdade religiosa.

O processo para a construção de uma igreja na Indonésia – católica ou protestante – é bastante complicado; pode-se levar de cinco a dez anos para obter todas as licenças exigidas por lei. O procedimento é regido pela Mendirikan Izin Bangunan (IMB), uma espécie de protocolo escrito emitido pelas autoridades locais, que permite o início das construções. A situação fica mais complicada se for um local de culto cristão: a permissão deve ser obtida a partir de um número de residentes na área onde o edifício será registrado, além da avaliação do grupo local para o Diálogo Inter-Religioso. Mesmo se a permissão for concedida, “razões não especificadas” podem entrar em jogo, o que pode resultar no bloqueio dos projetos. Muitas vezes, isso ocorre após pressão da comunidade muçulmana ou movimentos radicais islâmicos.

No final de maio, os fiéis da Igreja Yasmin comemoraram o Pentecostes, em Jacarta, em frente ao palácio presidencial. Os cristãos se reuniram perto da residência do chefe de Estado da Indonésia, Susilo Bambang Yudhoyono, porque foram privados de seus lugares de culto. Durante três anos, eles não puderam ir à igreja, que foi selada a mando de autoridades locais.

Fonte Portas Abertas